Produtor Agrícola

>









Para quem ainda não é utilizador da Reforma Agrária:

Conheça as vantagens de aderir à reforma Agrária, como Produtor Agrícola:

Ao colocar à venda os seus produtos agrícolas, na plataforma, está a encurtar a sua cadeia de venda e a chegar diretamente até ao consumidor final, com os seus produtos.
Você recebe o pagamento, diretamente do cliente final e só vende o que produz, quando produz, ao preço que acha justo para si e para o consumidor final.
Em contrapartida, você compromete-se a ser transparente na descrição dos seus produtos e do seu modo de produção.

Os consumidores não são todos iguais, nem valorizam todos o mesmo tipo de produtos, por isso seja transparente, para atrair os consumidores mais adequados para si. Se usa fertilizantes, nas batatas, por exemplo, seja transparente sobre isso, identificando o tipo de produtos que utiliza.

Não existe nenhuma limitação para a qualidade e tipo de produtos que o agricultor pode colocar à venda. Desde que cumpra os requisitos legais.

O agricultor pode vender qualquer produto, desde que seja muito claro, e mostre imagens fidedignas dos seus produtos.

Por exemplo, o produtor pode vender fruta de pequeno calibre, fruta do chão, ou fruta feia e com maus aspecto, o que quiser, desde que especifique claramente o que está a vender.

O produtor pode fazer vendas antecipadas, por exemplo, de fruta ainda verde, desde que indique quando estará disponível, para entrega ou colheita.

Por exemplo: Se produz uma variedade de batatas, mais comercial, que exige fertilizantes e produz batatas maiores e em maior quantidade e outra, variedade menos rentável, mas que cultiva porque as aprecia para o seu próprio consumo.

Porque não colocar também as batatas que cultiva só para si, à venda, a um preço mais elevado? Não perde nada em testar!

Ao colocar as duas variedades, à venda, com os preços ajustados aos respectivos custos de produção, para ter a mesma rentabilidade, ou seja a variedade menos produtiva, a um preço mais elevado, para compensar a quantidade de solo e de trabalho que dá, e a outra variedade a um preço mais baixo, porque é mais rentável?

Deixe o consumidor decidir o que prefere:

  • batatas mais pequenas e mais caras, mas mais saborosas e saudáveis
  • batatas grandes, lindas e mais baratas.

O que importa é que o consumidor tenha, realmente, possibilidade de escolha informada, sobre oq ue está a comprar!

Talvez fique surpreendido com o feedback que vai receber, dos seus consumidores.

E no final, ficamos todos a ganhar, você, o cliente e a biodiversidade natural!

Os utilizadores têm diferentes gostos e hábitos alimentares.
Mas todos valorizam a transparência - saber o que estão a comprar!

E entre tantos consumidores, é sempre possível encontrar alguém que valorize os seus produtos agrícolas e o seu tipo de produção agrícola.

Com o começar: 

1Inscreve-se e cria o seu perfil de Produtor

2Coloca os seus Produtos à Venda na Plataforma. Indica o modo de entrega e define o preço que quer receber do cliente. Pode definir preços diferentes para modos de entrega diferentes.

3Responde às mensagens ou telefonemas dos clientes.

4Recebe o pagamento, da totalidade da encomenda, na sua conta bancária.

5Processa a encomenda e envia-a por correio para o cliente, ou aguarda a deslocação do cliente ao Ponto de Entrega combinado - que pode ser uma feira, a sua quinta, ou outro local qualquer.

Um produtor pode entregar por correio, na sua morada ou num ponto de entrega - que pode ser uma feira, mercado municipal ou qualquer outro ponto de entrega, a definir pelo produtor. 

O Produtor apenas pode colocar à venda, os seus produtos agrícolas.

Se é um Produtor Agrícola, mas não sabe como aceder à Internet, pode pedir ajuda a um familiar ou contactar um Facilitador, para o ajudar.

Se ainda não é um produtor, mas já é um utilizador registado na Reforma Agrária, então basta entrar na sua conta e editar o seu perfil, activando o perfil de produtor.

Aposte em clientes finais, que procuram a qualidade, e não a quantidade.
E estão dispostos a valorizar o seu trabalho e a pagar o preço justo pelos seus produtos.

Quer participar na Reforma Agrária?

MENU