Fruta da Época: Novembro é o mês dos Dióspiros

Fruta da Época: Novembro é o mês dos Dióspiros | Reforma Agrária

Sobre os dióspiros

Os dióspiros são frutos de coloração laranja intensa ou ligeiramente avermelhada, que associamos de imediato à presença de Vitamina A, importante para manter a pele e a visão saudáveis. 

Variedades de dióspiros mais populares

A variedade de diópiros avermelhada, quando madura, é a mais doce e popular em Portugal, mas também a mais delicada e precisa de muitos cuidados no transporte para não se amassar. 

Também são consumidos em Portugal, os dióspiros-de-roer, variedade de coloração mais alaranjada e polpa firme e resistente, mas menos saborosa. 

Um aliado das dietas saudáveis


O dióspiro é um fruto rico em nutrientes, mas só tem cerca de 70 Kcal por 100 g, e é rico em fibras. Além disso possui muitas vitaminas A, B1, B2 e E, além de cálcio e ferro. 

Por serem frutos bastante doces e ricos em hidratos de carbono simples, os dióspiros devem ser consumidos com alguma moderação. No entanto, são alimentos ricos em fibras, o que contribui para prolongar a sensação de saciedade. 

O dióspiro pode ser um aliado nas dietas, porque pode ser encarado, não como uma alternativa aos doces (uma vez que também contem açucares), mas como um excelente aliado, para quem procura reduzir o consumo de bolos e doces, substituindo-os progressivamente pelo consumo de frutas. Satisfaz como um doce, mas é rico em fibra e sem gordura.

É sempre um bom negócio, para o seu organismo, trocar um bolo por um dióspiro!

Como escolher os dióspiros

Os melhores dióspiros são mesmo os do quintal da vizinha!

Se lhe disserem que os melhores dióspiros são aqueles grandes, brilhantes, com a pele intacta, ignore, porque esses são os dióspiros normalizados que foram colhidos quando ainda não estavam plenamente amadurecidos.

Ficam excelentes na fotografia, mas os dióspiros mais saborosos, são aqueles que, de tão suculentos, se abrem e partem deixando-nos antecipar o prazer que nos dão com a sua textura suave e doçura intensa!

Os dióspiros, quando plenamente amadurecidos, são frutos tão frágeis que não podem ser muito manipulados. 

Conscientes dessa fragilidade, os hipermercados costumam privilegiar os dióspiros de roer, mais resistentes e com um tempo de vida em prateleira mais longo, mas menos saborosos!

Como Comprar Dióspiros a Produtores Locais

Os dióspiros são um excelente Fruto Outonal, que amadurece  de outubro a novembro, e nestes meses pode encontrar dióspiros à venda em Feiras e Mercados Locais da sua Região.

Os melhores dióspiros são mesmo os do quintal da vizinha!

Em zonas menos urbanas, é possivel encontrar nos quintais e jardins do seus vizinhos, algumas árvores carregadas de dióspiros, abandonadas aos pássaros.

Muitos proprietários são idosos e não os podem apanhar, por isso não hesite em bater à porta e perguntar se os pode colher. Muitas pessoas até ficarão agradecidas se as ajudar a apanhar os diópiros, em troca de alguns para si. Nós, aqui na Reforma Agrária, já testamos e funciona!

Se puder, compre-os diretamente ao produtor agrícola, ou plante uma árvore no seu quintal!

Na Reforma Agrária, pode procurar agricultores locais, na sua região, para lhes comprar diretamente os dióspiros, sem intermediários.

Dióspiros
Agricultura TradicionalViseu
stock1,50 €/kg
Diospiros
Agricultura TradicionalPorto
stock2,00 €/kg
Dióspiro Maçã
Agricultura TradicionalPorto
stock0,45 €/un
Dióspiro coroa de rei
Agricultura BiológicaPorto
stock1,10 €/kg

Como consumir os dióspiros

Há muitas maneiras de consumir dióspiros, mas a melhor de todas é, debaixo da árvore. 

Só não o aconselhamos a que se sente no chão, encostado ao dióspireiro, porque o cenário não deve ser convidativo. Os dióspireiros são árvores generosas, que frutificam em abundância, mas os dióspiros quando maduros caem no solo em abundância e  desfazem-se, transformando a área em zona imprópria para piqueniques...

Tão pouco suba para se sentar na árvore, porque os diospireiros são árvores traiçoeiras, cujos ramos partem facilmente.

Para transportar pode colher os dióspiros e colocá-los com delicadeza num cestinho, separando-os com as próprias folhas. Assim poderá transportá-los mais facilmente.

De preferência, consuma-os diretamente do cesto de colheita, e não os transponha para outro local.

Com os dióspiros pode fazer compotas, cremes, bolos e até batidos, mas o mais usual é o seu consumo fresco, ao natural. Nunca consuma os dióspiros ainda muito rijos, pois são bastante indigestos, nesse caso aguarde que amadureçam e consuma-os mais tarde.

Como conservar os dióspiros

Pode conservá-los na gaveta das frutas e vegetais do seu frigorífico, ou congelar a polpa.

Se possível, colha apenas os dióspiros que vai consumir brevemente, e depois regresse ao local para colher mais, porque os dióspiros frescos, têm um sabor inigualável! 

Partilhar no FacebookPartilhar no TwitterPartilhar no LinkedInPartilhar no PinterestEnviar por email

Mariana Barbosa

Artigos relacionados que talvez lhe interessem
MENU