Orquestra Vegetal de Viena

Reforma Agrária14 janeiro 2020

A Orquestra Vegetal de Viena, é uma orquestra muito especial, que compra os seus instrumentos musicais, no mercado, antes de cada apresentação musical.

Com apenas legumes e vegetais, conseguem criar os instrumentos musicais, para os mais de trezentos concertos que já deram, em todo o mundo.
Estiveram em Viseu, em maio, para actuar no Parque Aquilino Ribeiro, no âmbito da iniciativa  "Viseu Sabe Bem", um evento de afirmação da cidade de Viriato, como destino gastronómico.

Como habitual, antes do concerto, os músicos foram ao Mercado Municipal de Viseu - localmente conhecido como "a Praça" - para selecionar os seus instrumentos musicais, ou seja, os legumes e vegetais com que brindaram a cidade, no concerto, depois de os transformarem em instrumentos musicais.

Mas as verduras são imprevisíveis, porque não há duas iguais.

Assim, cada concerto é um novo desafio, para esta orquestra, que começou com uma brincadeira, mas já improvisou mais de 100 instrumentos diferentes, a partir de verduras. 

Aquilo que começou como uma brincadeira, entre Matthias Meinharter e três colegas músicos, que se inscreveram num festival de artes performativas, na universidade onde estudavam - enquanto cozinhavam discutiam o que apresentar, acabando por se inspirarem na sopa que estavam a preparar, para criar os instrumentos vegetais que apresentaram nesse festival. 

A ideia de criar uma apresentação engraçada, deu origem a uma orquestra profissional, que transforma, cenouras e courgettes em flautas, pimentos em trombones, abóboras em tambores, entre inúmeros instrumentos, que nos desafiam com músicas realmente interessantes!   

Esta orquestra já conta com vinte anos de actividade, e está a caminho do quarto álbum musical, recorrendo por vezes ao crowdfounding para financiar a sua actividade.

Sem dúvida, uma ideia muito original!

A verdade, é que depois de transformados - os pimentos, as cenouras, as batatas, alhos, alhos-franceses, abóboras e até limões - dão origem a concertos memoráveis e também a uma bela sopa!

Antes de cada concerto, os músicos reúnem-se, durante cerca de duas a três horas, numa autêntica oficina de construção dos instrumentos, para o concerto desse dia, a partir dos vegetais frescos, que cada um deles selecionou no mercado dessa manhã. Durante este processo todas as partes dos vegetais que não são transformadas em instrumentos, são aproveitadas e transformam-se numa rica sopa de legumes, que é oferecida pelos músicos, no final do concerto, aos espectadores, tal como aconteceu em Viseu.

Esta orquestra vegetal, não é  única no mundo, mas é a mais conhecida, porque já deu mais de 300 concertos e tocou em locais tão mediáticos como o Royal Albert Hall, em Londres, ou o Shanghai Arts Center, na China. Está listada no Guinness World records e inspirou outras orquestras, como a London Vegetable Orchestra, ou a Long Island Orchestra.

Agora que viu o vídeo, que tal tentar criar um instrumento musical? 


 

Partilhar no FacebookPartilhar no TwitterPartilhar no LinkedInPartilhar no PinterestEnviar por email
Artigos relacionados que talvez lhe interessem
MENU