Receita de Espinafres Selvagens Salteados com Nabiças e Alho Francês

Mariana Barbosa09 junho 2021
Partilhar no FacebookPartilhar no TwitterPartilhar no LinkedInPartilhar no PinterestEnviar por email
Receita de Espinafres Selvagens Salteados com Nabiças e Alho Francês | Reforma Agrária

Este foi o meu almoço de hoje e resolvi partilhá-lo! 

É uma receita muito simples e rica em nutrientes, sobretudo, se não saltear os legumes demasiado tempo.

Ingredientes (2px)

Acompanhe com 

Receita

  1. Coloque todos os legumes em água com umas gotas de vinagre durante 15 minutos.
  2. Coloque uma colher de azeite no fundo da frigideira e espalhe bem 
  3. Pique a cenoura, o pimento, o alho, a cebola e o alho francês e junte ao azeite.
  4. Acrescente sal a gosto e deixe saltear em lume brando durante 2 minutos.
  5. Escorra bem a água das nabiças e dos espinafres selvagens e acrescente-os na frigideira.
  6. Deixe saltear mais 2 minutos.
  7. Desligue o fogão e acrescente a salsa picada.

Eu, acompanhei esta receita com uma fatia de broa de milho e um ovo, fritos no mesmo azeite de saltear os vegetais, para cada pessoa.

Usei espinafres selvagens, porque eles são extremamente abundantes no meu quintal, onde crescem de forma espontânea, e ainda não tenho espinafres na minha horta caseira, que este ano, por causa da azáfama da limpeza de terrenos, está muito atrasada.

Sugestão de apresentação

Versão Light

Se está a fazer dieta, ou tem problemas de peso, opte pela versão vegan desta receita, ou acrescente um ovo escalfado e esqueça a broa de milho.

Versão Vegan

Esta é uma receita vegan, se não acompanhar com o ovo, o que a torna bastante flexível, para refeições mistas porque pode acrescentar os ingredientes de origem animal, apenas para algumas pessoas. 

Substitua o ovo por tofu, ou grãos de soja, se quer obter uma refeição vegan mais completa. 

Dicas de Sustentabilidade

O ideal seria que fosse apanhar a maior parte dos ingredientes na sua horta, mas sabemos que isso nem sempre é possivel!

Para este receita procure usar legumes biológicos de cabazes do produtor, ou compre-os em lojas a granel e a pequenos produtores locais de sua confiança, nas feiras e mercados da sua região.

Rejeite os legumes frescos, que vêm já embalados em cuvetes de plástico etiquetadas e individualizadas, porque têm uma grande pegada de carbono associada - quer pelos km percorridos, quer pelo desperdício de embalagens.

Tenha atenção aos alhos que compra, evite alho chinês, porque além de pouco saudável é proveniente de uma distância tão absurda, o que é absolutamente desnecessário, uma vez que é perfeitamente possivel comprar alho diretamente a produtores nacionais.

Para obter o máximo benefício dos alhos, prefira sempre os mais pequenos, com um aroma mais intenso.

Quanto mais frescos, melhor a qualidade dos seus ingredientes e mais saborosa e nutritiva será a sua refeição! 

Partilhar no FacebookPartilhar no TwitterPartilhar no LinkedInPartilhar no PinterestEnviar por email

Mariana Barbosa

Artigos relacionados que talvez lhe interessem
MENU