Como identificar uma cerejeira

folha de cerejeira - detalhe | Reforma Agrária

Muitos de nós, que temos árvores na vizinhança, somos por vezes surpreendidos por uma cerejeira no jardim, ou no quintal. 

Mas, como saber que aquele pequeno ser frágil que está a despontar no solo é, de facto, uma cerejeira?

As cerejeiras à primeira vista parecem difíceis de identificar, com as suas folhas ovais e bordos levemente serrilhados, como tantas outras espécias.

Mas, na realidade distinguem-se muito facilmente das outras árvores, porque na base das suas folhas, sobretudo no pecíolo, podemos observar umas pequenas glândulas vermelhas, bem distintas.

folha de cerejeira - detalhe | Reforma Agrária
detalhe das vesículas numa folha de cerejeira

Estas protuberâncias vermelhas, também estão presentes nas folhas, mas aí parecem-nos apenas umas pequenas manchas avermelhadas, tal como pode observar na imagem abaixo.

folha de cerejeira - detalhe | Reforma Agrária
detalhe da uma folha de cerejeira

Hoje fui ao quintal e reparei que uma jovem árvore já tinha folhas, por isso trouxe esta folha para ter a certeza que era uma cerejeira e fiquei muito feliz!
Parece que sim, em breve vou ter uma bela cerejeira para partilhar com os pássaros no meu quintal.

Os vizinhos já me alertaram..., que por aqui "há tantos pássaros", que as cerejas serão poucas para tantos bicos!

Bem, pelo menos irei desfrutar das suas flores na Primavera, e acordar com o alegre chilrear dos pássaros no verão.

Nada mau, por um punhado de cerejas...

Quanto aos pássaros, que eu adoro ouvir chilrear, tenho que ser condescendente, com os seus "roubos", porque afinal são eles os maiores propagadores das sementes, e é graças a eles que vou ter as "minhas" cerejas!

Acho, que posso bem partilhar algumas com eles.

Todos sabemos, como os pássaros adoram as cerejas. E nós, não?

Se não forem suficientes, as cerejas, posso sempre multiplicá-las, com ou sem a ajuda dos passarinhos, fazendo estacas da minha cerejeira.

Partilhar no FacebookPartilhar no TwitterPartilhar no LinkedInPartilhar no PinterestEnviar por email

Mariana Barbosa

Artigos relacionados que talvez lhe interessem
MENU