5 Razões Excelentes para ter uma Horta!

5 Razões Excelentes para ter uma Horta

Já pensou em ter uma horta na varanda ou no quintal?
Participar numa Horta comunitária?
Ou até mesmo, em colocar apenas alguns vasos de plantas aromáticas na janela da sua cozinha?

Porquê criar a sua própria Horta?

Não há uma, mas muitas razões para ter uma Horta.

A Horta é
uma Infinita fonte de:
.Inspiração
.Aspiração
.Criação
.Realização
.Satisfação

A Horta é uma forma de divertir e educar as crianças, sensibilizando-as para a sustentabilidade e para uma alimentação saudável;

A Horta pode ser um espaço, quer de realização pessoal, quer de lazer em família, que permite a cada um exprimir-se e conectar-se, à sua maneira, com a Natureza.

- A Horta, permite-nos produzir couves e milho para alimentar as nossas galinhas e assim obter os nossos ovos caseiros;- Com a Horta, obtemos e multiplicamos as nossas próprias sementes e mudas de plantas, que podemos preservar e partilhar. Podemos até aspirar a criar algo de belo, como um um jardim de flores comestíveis, ou uma coleção de ervas aromáticas.

- A Horta, permite-nos dar utilidade a todos os nossos restos alimentares, transformando-os em composto orgânico, que alimenta as nossas plantas;

- A Horta é uma verdadeira fonte de bem-estar, porque cultivar uma horta, ajuda a aliviar o stress do dia-a-dia e a combater a depressão;

Estas foram apenas, algumas das razões adicionais, que encontramos para ter uma horta, mas estamos certos que irá encontrar, muitas outras. A Horta, é uma fonte de aprendizagem e de informação útil que, acima de tudo, nos dá liberdade de produzir algo e saber a origem de alguns dos nossos alimentos.

Ter uma Horta, é muito simples!

Cada horta é única, e deve ser o reflexo de cada um de nós - do nosso tempo livre, do nosso espaço, das nossas aspirações pessoais, e até da inspiração do momento... 

Ter uma horta é simples, se a adaptar a si! Por isso mesmo, ter uma horta pode significar muitas coisas diferentes:

- Ter uma coleção de vasos na varanda da sala, com tomates cherry, pimentas e algumas alfaces;
- Cuidar de um jardim cheio de ervas aromáticas e flores comestíveis para guarnecer e personalizar os nossos pratos gourmet;
- Ter uma árvore especial, em vaso, ou no pátio, de que se cuida como a um amigo;
- Ter um quintal cheio de couves e todas as forma e feitios, que mais parece um jardim;
- Ter uma selva verde, que parece selvagem, mas está cheia de biodiversidade e de plantas comestíveis;
- Ter um campo cheio de couves e milho, para alimentar muitas galinhas e coelhos e cordonizes e até quem sabe um casal de pavões;
- Ter um quintal pequeno, mas aproveitado ao milímetro, com as plantas geometricamente dispostas e em consociações favoráveis, ou a trepar em plantações verticais que duplicam o espaço;
- Ter um pomar só com laranjeira onde se colecionam e resgatam as variedades locais, tradicionais, que já não se comercializam;
- Ter uma verdadeira "agrofloresta", de hortícolas e matos de comer e árvores de fruto, que parecendo caótica está cheia de vida e de alimentos para nos surpreender durante todo o ano;

Ter uma Horta é tudo isto, e nada disto! 

Sentir que criamos e multiplicamos vida, com as nossas mãos...

Porque ter uma Horta é, um processo, que vai evoluindo de acordo com os nossos desejos e aspirações - e do nosso tempo livre, bem sei!

Mas, acima de tudo, ter uma horta é ter liberdade de produzir os nossos próprios alimentos e sentir que estamos em comunhão com a Natureza.

E, é mesmo por isso, que ter uma Horta é um factor de crescimento pessoal extraordinário - para jovens, adultos, e crianças.

Já para os mais idosos, a horta, é uma fonte de rejuvenescimento!

Mas como começar a sua Horta?

A Horta mês a mês | Reforma Agrária
A Horta mês a mês | Reforma Agrária

Para ter uma horta, pode começar por colocar alguns, poucos, vasos na sua varanda, com mudas de plantas compradas num horto ou numa feira.

Para o ajudar, a criar a sua horta, criamos o Guia de Plantas de A-Z, com um Calendário de Cultivo das principais plantas. Este guia baseia-se na recolha de informação, que fizemos para criar a Horta da Reforma Agrária e também nas nossas próprias experiências na horta. É um guia em ainda em construção, onde vamos partilhar, dicas e detalhes  de cada planta, à medida que as vamos cultuivando na nossa própria horta.

No início vai precisar de sementes ou mudas de plantas, prontas a transplantar, mas nos anos seguintes pode guardar as suas sementes e fazer estacas ou multiplicar plantas.

Nas feiras é comum encontrar vendedores com plantas hortícolas, prontas a transplantar para a terra, que lhe facilitam a tarefa, e são bem mais variadas e acessíveis do que as que pode comprar nas casas agrícolas ou de floristas. Por vezes, alguns vendedores, com sementes das variedades tradicionais de batata, feijão, milho etc..
Para descobrir a feira mais próxima de si, basta consultar o nosso mapa de feiras e mercados

Partilhar no FacebookPartilhar no TwitterPartilhar no TumblrPartilhar no LinkedInPartilhar no PinterestEnviar por email
Artigos relacionados que talvez lhe interessem
MENU